Singela Flor

Anna Paes

(....poetisa do Cerrado, /que se move no sidéreo manto/buscando, para meu espanto,
Luz para meus pés, /bálsamo para meu coração,
aloés para meus cabelos, /manto para aquecer o pobre coração
do poeta da ilusão...A.Abuthay )
 

Desejo mórbido
Tenaz e um tanto fugaz
De mover-me entre as estelas, sob teu manto!
Ah! Se de meus pés asas nascessem
Voaria ao teu coração...
E, em devoção, te cobriria os cabelos de afagos e beijos!
Mas me resta um manto de estrelas
Irreais, ilusórios!
Poeta, Poeta das Ilusões!
Poeta do Deserto que, na areia, escreves teus versos
Galopa na cauda do cometa
Faze-me teu Oásis

Rainha de teus castelos

Singela Flor do Cerrado!
Anna Paes



 
http://diariogeral.zip.net
 
links

 ANNA PAES

 Boa noite, Amor!

E-books

 
® Anna Paes
Direitos Reservados
© - 2000/2007
Todo o conteúdo deste site está protegido pela Lei dos Direitos Autorais de
19 de Fevereiro de 1998
 
 
 Graphics Anna Paes

copyright 2000/2007

Please do not tear or rip apart my works.
Não use o meu trabalho sem  consentimento

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.